Levante sua auto-estima sexual

De tempos em tempos, não nos sentimos tão sexy quanto gostaríamos. Seja trabalho ou estresse familiar, um lapso simples em nossa rotina de exercícios, ou apenas uma ruptura simples com a realidade romântica, nós simplesmente perdemos nossa auto-estima sexual.

Quando isso acontece, aqui estão alguns truques experimentados e testados que você terá de volta aquela auto-estima de antes:

Saia de casa

De acordo com pesquisadores canadenses em um estudo publicado na  CyberPsychology & Behavior , quanto mais tempo gasto nas redes sociais, maior as sensações de ansiedade, ciúme, decepção e frustração nos relacionamentos.

Por isso saia de casa, tenha mais contato físico do que virtual. Sair de casa e ver pessoas faz você querer se dar mais atenção, se arrumar mais, ficar mais atraente e mais confiante.  

Olhe para pessoas Reais

No caso de você precisar lembrar sobre este ponto, as mulheres que você está vendo em revistas e na TV não são as pessoas reais que você vê ao seu redor no seu dia-a-dia, muito menos o que a maioria de nós está realmente acostumada.  Faça uma pausa dos meios de comunicação para entrar na academia e ver como as pessoas no mundo real se parecem, e lembre-se de que o sexy assume muitas formas, incluindo a sua!

Você também pode se informar e olhar para alguns livros interessantes de conteúdo erótico, para encontrar alguma inspiração sexual que não segue a fórmula de muitos filmes adultos.

Sintonize -se

Esse conselho ainda é tão verdadeiro quanto sempre foi: colocar algumas faixas que você considera sensuais pode afetar seus sentimentos em relação a sua sensualidade. A música tem a capacidade de alterar o humor e pode mudar a maneira como você se sente em relação a si mesmo e a tudo ao seu redor.

Tempo e performance não dependem só de você

Sexo feito à dois depende de muitos fatores para ser julgado bom, ruim ou satisfatório. Durar horas a fio não é sinônimo de uma performance sexual incrível. Uma  pesquisa de 2008 com os principais terapeutas sexuais da América do Norte revelou que o sexo classificado como “normal e bom” dura entre 3 e 13 minutos; Caso seu parceiro esteja atendendo suas expectativas entre 4 paredes, a melhor opção é uma conversa sincera, e talvez a inserção de bons produtos de sexshop na rotina sexual de vocês.

Vestida para arrasar

Clichés começam da verdade, mas quando funcionam, funcionam. Uma das maneiras mais rápidas e fáceis de deixar seu humor de zero a sexy é comprar alguma lingerie. Não precisa ser apertada, não precisa ser rendada ou delicada, mas se a aparência desejada for ficar sensual, o truque tem o efeito certo.

Claro que sexy para uma pessoa não é igual para todo mundo. Se você e seu parceiro estão em “momento baixo” na relação, há muitas maneiras de se vestir para a ocasião que farão você se sentir mais gostosa e desejável. Criar fantasia é crucial para manter a faísca em um relacionamento  e isso vale para qualquer um dos gêneros; incorporando cuecas de seda ou até mesmo um pouco de diversão.

Você tem algum segredo de auto-estima sexual que gostaria de compartilhar? Conte para a gente.

No que os dilatadores e estimuladores vaginais e anais podem auxiliar no tratamento de doenças sexuais

Desconfortos e dores durante a relação sexual estão presentes na vida de muitas mulheres. A dor na relação sexual e muitos outros fatores podem estar ligados ao vaginismo, uma doença que causa contração involuntária dos músculos vaginais, gerando dor e dificuldade na relação sexual. Os dilatadores vaginais podem auxiliar no tratamento do vaginismo, ajudando a eliminar os reflexos do grupo muscular pubococcígeo (ou mais conhecido como músculo PC).

Tratamento

Clique na imagem e compre direto em nosso site.

O tratamento é realizado através de exercícios específicos, com o auxílio destes dilatadores, dando à mulher maior controle em relação aos movimentos musculares, tamanho e ângulo da penetração. Os exercícios consistem na contração e  relaxamento do músculo PC, de forma consciente e constante. Durante esse processo o músculo vai relaxando, até estar habituado com os movimentos da penetração e acostumar com a sensação de ter algo dentro da vagina. A prática gera esse novo aprendizado ao corpo e à mente, tornando a penetração algo normal para a mulher, acabando com o medo de se sentir desconfortável durante o ato sexual.

Clique na imagem e compre direto em nosso site.

Há outros produtos indispensáveis na prática dos exercícios com os estimuladores vaginais que são: os lubrificantes à base de água, géis lubrificantes, entre outros que servem para proporcionar uma sensação agradável na inserção dos dilatadores.

Os dilatadores e estimuladores vaginais também são recomendados na recuperação de cirurgias da região pélvica, e servem para alargamento do canal vaginal e anal, auxiliando no tratamento de doenças que prejudicam a flexibilidade da vagina e do ânus, tais como: infecções de órgãos e tecidos da região pélvica, atrofias musculares da vagina e do ânus, má formação dos tecidos e músculos, falta de lubrificação da vagina, problemas intestinais e ginecológicos.

Há diversos benefícios no uso de dilatadores e estimuladores vaginais/anais nos tratamentos de doenças sexuais, mas o maior deles é o resgate da auto estima feminina. Uma rotina sexual saudável, faz qualquer mulher  ter mais confiança e entendimento do próprio corpo. Quando os músculos são reeducados a se contrair voluntariamente e não involuntariamente, ou a vagina se adapta com a penetração, assim como a solução de outros problemas auxiliados com dilatadores e estimuladores, a mulher se sente segura para ter relações sexuais, proporcionando maior bem-estar e prazer na vida sexual.

Relacionamento abusivo: Como descobrir e como lidar

Nos primeiros meses todo relacionamento são mil maravilhas – normalmente. Mas o que fazer se durante esse tempo você descobre estar em um relacionamento abusivo?

É bem verdade que vejo muitos julgamentos entorno do que é estar em um relacionamento abusivo. Pessoas que sofrem nesse tipo de relação são açoitadas por questões do tipo: “Você está nessa situação porque quer”, “Acho que você gosta de sofrer”, “Você é cega?”, “Será que só você não percebe o que está acontecendo?” – dentre muitos outros questionamentos críticos e acusatórios, que magoam quem sofre nessa situação e não resolvem o problema, pois na verdade uma parte de você sabe que certas atitudes em um relacionamento não podem ser aceitas, mas você vai relevando acreditando que o outro pode mudar.

O que é uma relação abusiva?

O retrato das relações abusivas é o desrespeito. A permanência em relações assim só trazem sofrimento.

São relações caracterizadas por jogos de controle, violência (verbal e/ou física), ciúmes, abstinência sexual e frieza emocional. Pode ser difícil identificar uma pessoa abusiva. A maioria dos abusadores emocionais costumam ser espertas e podem facilmente fazer você acreditar que não é boa/bom o suficiente – e os problemas da relação são causados unicamente por você.

Quais as características de uma relação abusiva?

É comum parceiros (as) abusadores (as):

  • Ridicularizar ao outro (a) em frente a seus amigos ou familiares;
  • Proferir críticas ou regular tudo o que você faz;
  • Insultar ou dizer frequentemente palavras que ferem;
  • Tentar manipular o outro (a) com ameaças, mentiras, grandes períodos de silêncios ou frases sem terminar;
  • Nunca reconhecer quais são suas qualidades;
  • Usar expressões corporais ou faciais para lhe assustar;
  • Não gostar que você encontre com seus amigos;
  • Não permitir que você faça atividades que gosta;
  • Dá demonstrações de afeto somente após fazer algo errado;
  • Usa o sexo como forma de manipulação.

Se você percebe que ao ler os itens acima são em sua maioria características da pessoas que você se relaciona, provavelmente está vivendo uma relação abusiva. É fundamental que você acabe com isso se não quiser se lamentar no futuro.

As consequências de uma relação abusiva podem ser levadas para outras relações, e por isso, o mais correto é procurar ajuda para tratar as feridas emocionais.

Quais são as consequências que pode-se vir a ter depois de uma relação abusiva?

A dificuldade de recuperar-se de um abuso emocional é tão grande quanto a de um abuso físico. O abuso emocional pode provocar baixa auto-estima, depressão e até suicídio. A frustração também é constante, afinal,  uma pessoa abusiva pode dizer que ama você e que irá mudar, portanto o ato de deixá-lo (a) pode trazer pensamentos de derrota diante de não conseguir “ajudar” quem você ama a mudar . No entanto, quanto mais vezes você dá oportunidade a esses pensamentos, mais controle o abusador ganhará sobre você. Relacionamentos abusivos nunca são abusivos no início, mas podem ter finais trágicos para seu estado emocional, por isso, caso tenha problemas em enfrentar o fim deste tipo de relação, procure ajuda psicológica.

O exercício de Não Julgar

Claro que ver pessoas queridas ao nosso redor passando por relações abusivas não é fácil. Mas o principal de escrever este artigo sobre essas relações é que todos temos uma prima (o), uma amiga (o), uma tia (o), uma vizinha (o) que vive ou viveu algo assim. E nossa primeira atitude é dar nossa opinião de quem vê de fora: sempre regada de nossos próprios princípios, nossa própria moral, nossa própria ética – esquecendo que você não está dentro da pessoa abusada emocionalmente, que normalmente está fragilizada, com a auto estima baixa e precisando de compreensão.

Apontar o dedo e tecer comentários críticos só a fará se sentir – ainda mais – culpada por não conseguir sair desse relacionamento. E não falo aqui de incentivar, mas de praticar empatia.

Pessoas abusadas emocionalmente não são “sem vergonha” ou “sem amor próprio”, muitas  simplesmente não tem forças por estarem extremamente deprimida, sem noção do tamanho do problema, sem apoio psicológico ou até mesmo por estarem sendo ameaçada.

E se você é quem passa ou passou por isso, converse com alguém ou procure ajuda médica. Existem diversos tipos de terapias que auxiliam na recuperação da sua auto-estima. E, acima de tudo, afaste-se do abusador emocional. Nos casos de violência, seja física ou psicológica, ligue 180. Só não viva isso sozinha! Existe sempre alguém que pode te ouvir!

Fonte informativa:
https://amenteemaravilhosa.com.br/detectar-relacao-abusiva
http://www.sosmulherefamilia.org.br/sinais-de-rela%C3%A7%C3%A3o-abusiva

Sexo Matinal: Porque toda mulher devia fazer

O amor ou o ódio quando se trata de sexo pela manhã diverge opiniões. Há quem não dispense começar o dia com um belo orgasmo, mas há aqueles que possuem verdadeiro horror a serem acordados cedo por qualquer motivo – mesmo que pra fazer sexo.

A ciência já comprovou: fazer sexo logo de manhã faz bem para a imunidade, baixa saudavelmente a pressão arterial, melhora a circulação sanguínea e melhora muito o humor – visto que estamos todos propícios há dias estressantes.

  • A saúde e o sexo matinal

1- Assim como o café da manhã é a refeição mais importante do dia, o sexo de manhã é quase tão saudável quanto comer bem, dormir o tempo suficiente, e se exercitar 5 vezes na semana. Ainda reduz a pressão sanguínea e os riscos de ter um ataque cardíaco.

2 – Sexo pela manhã melhora o humor. O corpo feminino libera ocitocina – a substância da alegria – que estimula a ficar próxima ao parceiro, manter-se alegre, estimulada e disposta ao orgasmo matinal.

3- Aumenta as defesas do organismo. A produção de glóbulos age como defensora contra a gripe, febre entre outras infecções – ou seja, fazendo sexo toda manhã sua imunidade estará aumentando.

4- Beneficia a pele e os cabelos – pois aumenta a produção de estrogênio, hormônio relacionado ao controle da ovulação e desenvolvimento de características femininas. Melhora a tonalidade e textura do cabelo e da pele.

5- As manhãs são perfeitas para investir em uma rapidinha, porque você provavelmente estará apressada e a adrenalina do sexo espontâneo intensifica toda a experiência.

6- Os homens enquanto dormem acumulam a testosterona produzida para o dia todo. Então, desde o momento que acordam eles têm três horas cheia de tesão acumulada para gastar com você.

7- Transar logo cedo melhora a qualidade do esperma e aumenta as chances de engravidar. A ejaculação matinal diária reduz os danos ao DNA.

8- Durante a noite, o homem aumenta o tempo sem ejacular. Como os níveis hormonais estão no mais alto nível, ele está com as energias recarregadas pelas horas de sono e disposto a dar muito prazer para a mulher. O que significa que estará mais safadinho e com menos tendência à uma ejaculação precoce.

9- De manhã também é momento de investir na masturbação matinal. O resultado é bom para mulheres e para homens. O orgasmo diurno aumenta o nível de cortisol, reduzindo a probabilidade de estresse e aumentando o foco para suas atividades diárias.

  • Sexo: Benefícios da manhã, tarde e noite
O sexo pela manhã trás benefícios biológicos para a saúde feminina e com certeza faz seu dia começar com muito melhor humor.

Já descobrimos diversos benefícios comprovados cientificamente que sexo pela manhã ajuda muito a ter uma saúde melhor. Mas vamos combinar que a prática do sexo em qualquer horário é boa, tanto pelo prazer proporcionado como pelo contato físico, de carícias e realização de fantasias.

Indiscutivelmente, a prática sexual pela manhã melhora o humor. Dificilmente uma pessoa que faz sexo logo que acorda vai ter picos de estresse durante um dia de trabalho – por exemplo.

O período da tarde mostra-se como razoavelmente bom, devido a ter grande probabilidade de ser uma “rapidinha”, e após o ato você provavelmente vai ficar mais letárgico. Mas, assim como há quem pratique academia no horário de almoço, aliar ao sexo pode ser uma alternativa muito excitante.

A noite é o horário mais comum, devido a diversos fatores como rotina e relaxamento. A maioria dos casais hoje trabalha e tira a noite para o momento íntimo a dois. Conta aqui ainda, que o sexo a noite alivia a tensão, prazer físico e também emocional. A combinação de relaxamento e uma boa noite de sono também contribui para um dia mais produtivo. Uma desvantagem é o cansaço intervir na disposição sexual, fazendo com que o corpo demore mais a ficar excitado. Mas neste caso, o bom mesmo é investir nas preliminares para acender a chama do tesão.

  • Dicas e Truques Para Conseguir Fazer Sexo de Manhã
O casal que pratica sexo matinal tem muito melhor disposição, com essas dicas impossível não fazer este momento ser prazeroso.

Melhores maneiras de excitar o homem de manhã: inicie as carícias matinais pelas linhas das costas dele e nos braços, com a ponta dos dedos. Escorregue pelo peitoral e volte. É o sensorial que desperta o desejo. Deslize a mão até o abdômen e depois até o pênis. Havendo ereção, inicie a masturbação enquanto beija o pescoço. Você pode também investir no sexo oral com movimentos ritmados da mão com a boca.

Melhores maneiras de excitar a mulher de manhã – ao acordar excitado, deslize as mãos nos braços e nas costas da sua parceira, com os dedos ou as costas das mãos em movimentos suaves. Aproxime o nariz na nuca dela, levante um pouco seus cabelos e dê beijos leves. Caso ela esteja na posição de “conchinha” use a ereção matinal a seu favor. Pressione a ereção sobre o bumbum dela para que ela sinta sua excitação. Use este momento para também massagear os seios. Notando que ela está despertando e gostando, vá com as mão até a vagina e brinque com seus dedos. Sentindo que ela está lubrificada, desça e faça um delicioso sexo oral.

Luz: Embora a intenção seja acordar para fazer sexo, não é agradável ter a luz solar diretamente aos olhos. Por isso, procure com que seu quarto esteja sempre à meia luz, e se gostar – e tiver – tempo, invista em velas aromáticas.

Café da manhã: Não exagere na comida se sua intenção é ter uma manhã de sexo. Leve um café básico e light para seu (sua) amado (a). Você pode começar aqui com carícias na boca, encher de beijos, até ambos começarem a ficar excitados.

Hálito refrescante: Beijar sem a devida higiene bucal pode não lhe parecer confortável. Mas você pode acordar antes, escovar os dentes e partir para o sexo oral – a menta do creme dental tem ótimo efeito para isso. Caso deseje acelerar a excitação, mantenha ao seu lado na cama géis com sensações térmicas.

Sexo é bom de fazer à qualquer hora, mas qual é o melhor momento do dia para você? Comente com a gente.

Por que as mulheres devem saber tudo sobre preservativo

Já é sabido por todos que a camisinha é o único método que além de evitar uma gravidez, evita doenças sexualmente transmissíveis.

Mas diante de todo conhecimento que temos sobre prevenção e riscos, o que faz muitas pessoas ainda resistirem ao uso do preservativo?

As desculpas para essa atitude altamente perigosa são muitas, tais como:

– O sexo ficar menos prazeroso;

– O atrito ser menor e interferir na excitação masculina;

– Inibir a sensibilidade;

– Atrapalhar na lubrificação feminina durante a relação sexual.

Por ser uma método de prevenção usado no órgão genital masculino, é comum muitas mulheres não exigirem o uso da camisinha, cedendo então, um método que elas deixam a gosto de seus parceiros. Um erro! Sendo que nosso dever – pela nossa saúde a a deles – incentivar o uso do preservativo.

1.Vamos falar sobre preservativo

O  material do preservativo (látex) foi feito para atuar como uma “segunda pele” do pênis – e, por ser uma película fina, não interferir no prazer sexual do homem ou da mulher. Sua principal função é impedir o contato direto com a vagina, evitando a troca de fluidos naturais dos genitais masculinos e feminino. A preservação do esperma no preservativo e o que evita as doenças sexualmente transmissíveis e a gravidez. Fazendo da camisinha o mais perfeito método contraceptivo.

2. Mulheres podem reclamar do uso da camisinha?

Muitas mulheres acreditam que a camisinha interfere no prazer, devido ao atrito do contato com e sem camisinha serem diferentes. Outras relatam certo desconforto durante a relação sexual dado pelo contato com o material do preservativo, causando ressecamento e ardência. De fato isso é possível, pois há mulheres que podem desenvolver alergia ao látex.

Entretanto, a maioria das camisinhas disponíveis no mercado hoje já vem lubrificada e, por isso, auxilia na penetração, no atrito e na fricção durante toda relação sexual.

3. Escolha a camisinha que vai usar

Há muitos mitos que homens e mulheres usam para descartar o uso da camisinha. Mas fuja de comprar essas ideias. Caso sua maior reclamação seja a interferência no seu prazer, saiba que isso pode ter explicação e solução.

Realmente algumas camisinhas possuem textura mais resistente e grossa, além de ter odor forte de borracha.

Para todo tipo de gosto: Variar nas sensações pode ser um motivo a mais para usar camisinha.

1. Preservativo Prudence Extra Grande e Ultra Sensível com 3 Unidades

2.Preservativo Prudence Cores e Sabores Melão

3. Preservativo Prudence Efeito Retardante

A dica é tentar marcas diferentes, até encontrar uma que se adapte melhor ao pênis e interfira menos na relação sexual. Aproveite esta busca e conheça as camisinhas disponíveis no mercado: as Sensíveis e Ultra Sensíveis, as com textura, as com aroma e as de sabor –  isso tornará o sexo com preservativo até mais interessante para você e seu parceiro.  

4.Como colocar corretamente?

Clique e amplie a imagem para ver melhor as instruções de como colocar uma camisinha.

Colocar a camisinha não pode ser um momento “estraga prazer”. Você mulher, não só pode como deve aproveitar este momento para ajudar seu parceiro.

5. Dicas:

– Faça sexo oral nele antes de por;

– Coloque a camisinha durante as preliminares;

– “Trabalhe com as mãos” – invista em carinhos na região genital antes de colocar a camisinha;

–  Deixe o preservativo sempre a mão (na gaveta do lado da cama, na sua bolsa, etc) – isso evita que você tenha que sair para procurar quebrando o clima.

A dica mais importante aqui para nada dar errado e não ter pressa e fazer coisas como rasgar com os dentes a embalagem (podendo danificar o preservativo), ou esquecer de tirar o ar da ponta do preservativo ( o que pode fazer estourar a camisinha). Nunca deixe no bolso ou dentro da carteira pois pode estragar. Certifique-se sempre da data de validade das camisinhas. Preservativo fora da validade comprometem a eficácia.

6. O hábito de usar camisinha

A camisinha é o único método que além de contraceptivo, previne doenças sexualmente transmissíveis como a Sífilis, Gonorreia e AIDS.

Casais que estão começando um relacionamento costumam deixar o uso do preservativo pra lá” ao adquirir confiança no parceiro. Errado! Não é por que virou relacionamento serio que você deve abolir o uso da camisinha.

Vocês sabiam que nos últimos anos o grupo de pessoas com HIV sao mulheres de 40-65 anos e casadas? Segundo a OMS, este fato ocorre porque seus parceiros transam sem camisinha com outras mulheres e também com esposas. Ou seja, não baseie-se no tempo de relação para descontinuar o uso da camisinha. Pense em você! Faça com seu parceiro exame de HIV antes de decidir não usar preservativo.

7. E se eu e meu parceiro não queremos mais usar camisinha?

É importante ressaltar que esta é uma atitude altamente perigosa, até porque a camisinha não previne apenas doenças graves como a AIDS, mas também prevenir outras doenças sexualmente transmissíveis causadas por fungos e bactérias – que sao menos graves mas podem causar uma série de desconfortos na região genital e na relação sexual.

Mas, se essa é a decisão de vocês, é importante que primeiro o casal deve fazer o exame de AIDS – que pode ser realizado em qualquer posto de saúde – para descartar dúvidas. Fazer um check-up completo, para ter também certeza da ausência de outras doenças sexualmente transmissíveis (sífilis, hepatite, gonorreia, herpes, candidíase, etc). E se uma gravidez não estiver nos planos, escolher um outro tipo de método contraceptivo prescrito por um médico.

Este artigo tem como finalidade incentivar que você conheça mais sobre os benefícios da camisinha, o que é verdade e o que é mito. Não descarte o uso da camisinha. Cuide de si, e seja responsável com os outros. Uma vida sexual saudável e tão importante quanto sentir prazer: por isso use camisinha!

 

Fonte informativa:
http://unaids.org.br/estatisticas