Dia Mundial da Saúde Sexual – 4 de Setembro

Todos os assuntos que envolvem nossa saúde são sempre complexos e devem ser levados com a devida seriedade – não seria diferente com a saúde sexual. Por isso, desde o ano de 2010, no dia 04 de setembro – a  World Association for Sexual Health apresentou ao mundo a idéia de celebrar  e promover o Dia Mundial da Saúde Sexual, afim de apoiar a consciência social sobre tudo que envolve a saúde e o bem estar sexual.

O que envolve a Saúde Sexual?

Quando falamos em saúde sexual, devemos, também mencionar e destacar: nosso estado físico, emocional, mental e social de bem-estar – precisa-se estar em dia com o corpo como um todo para se ter e fazer sexo saudável.  Ao contrário do que se pensa e leva-se em conta, não basta estar livre de doenças sexualmente transmissíveis e disfunções sexuais – a saúde sexual precisa de atitude e vivência positiva, além do respeito à sexualidade e as relações sexuais. E para tal, é necessário ter um sexo prazeroso, com livre consentimento, sem discriminação ou violência – sendo assegurado e respeitado os direitos sexuais de toda e qualquer pessoa.

O que devo levar em conta para manter minha Saúde Sexual?

Respeito e Informação: Estar informado sobre prevenção sexual e doenças sexualmente transmissíveis é uma atitude de respeito próprio e com seu(a) parceiro(a). Para isso, não deixe de procurar um médico e fazer exames periódicos. O SUS (Sistema Único de Saúde) além de fazer campanhas periódicas, proporciona vários exames preventivos para a Saúde Sexual gratuitamente.

Expresse sua sexualidade: Muitos problemas sexuais podem ser evitados com uma sincera conversa: seja com seu parceiro, um amigo, um familiar ou um especialista. Falar do que gosta entre quatro paredes, a maneira que você gosta ou até o que não gosta é um direito seu. Precisamos falar sobre sexo! A atividade sexual é uma necessidade cotidiana, e melhor para você que isso não seja um tabu.

Cuide da sua cabeça: O emocional está diretamente ligado a nossa saúde sexual. Doenças cada vez mais comuns na sociedade moderna têm dificultado uma vida sexual saudável. Depressão, estresse, bipolaridade e outras síndromes psicológicas afastam você de ter uma sexualidade prazerosa e satisfatória. Em casos de sintomas típicos dessas doenças estarem prejudicando seu prazer sexual é necessário falar com um médico.

Cuide do seu físico: Assim como cuidar do emocional e psíquico é uma necessidade, seu físico também precisa estar em dia para que você tenha saúde sexual. Comer bem e praticar exercícios precisa fazer parte da rotina de todos nós. O sedentarismo e a facilidade dos fast foods têm sido grandes vilões para quem busca uma vida saudável. Por isso, tenha uma alimentação saudável e mova-se.

Recomendamos:

Preservativo

Preservativo Durex Sensitive – Textura mais fina e confortável para maior sensibilidade (3 Unidades)

Estimulantes Sexuais (Suplementos Vitamínicos para melhor Performance Sexual)

Homens

Estimulante Sexual Masculino (Suplemento Vitamínico-Mineral com Maca Peruana) Lib Hot Homem – com 60 Cápsulas – Aumenta a vitalidade sexual e a libido, e serve ainda como um regulador hormonal.

Mulheres

Estimulante Sexual Feminino (Suplemento Vitamínico e Mineral ) Libido Stim – Aumenta o Libido, Mais Prazer Sexual

 

 

4 mais razões para mais beijos e carinhos

Ei, você gosta de ter momentos íntimos com o seu parceiro? E do sexo que vocês fazem? Bem, se você disse sim a ambos, então temos boas notícias para você. O fato de exibir suas afeições pelo seu parceiro não é apenas bom para o seu humor, mas também afeta positivamente sua saúde.

Abrange principalmente a ocitocina – esse hormônio especial está ligado a um número de reações fisiológicas positivas, incluindo alívio da dor e sensação de prazer. É o que torna algo tão simples como um abraço, um ato reconfortante e satisfatório. Tão tranqüilizador, de fato, que a entidade American Psychosomatic Society relata que um breve abraço e dez minutos de mãos dadas reduzem muito o estresse e a sensação de bem estar pode prevalecer ao longo do dia.

Isso é uma ótima notícia para os casais, especialmente aqueles que gostam de trocar afeto o maior tempo que podem. Aceite nossas dicas e trate sua saúde com as seguintes ações pelas razões certas:

Conversas:

O simples fato de passar o tempo em contato junto com seu parceiro faz você se sentir à vontade, libera serotonina e reduz a pressão arterial também, de acordo com um estudo da revista Nova Cosmopolita americana. Esse achado se correlaciona com vários estudos anteriores que mostram menos casos de doenças cardíacas entre pessoas casadas.

Afagos:

Enquanto conversamos sobre a importância da comunicação, você sabia que os afagos (também conhecido como carícias) são uma maneira eficaz de dizer ao seu parceiro o que você não pode dizer com palavras? A comunicação não-verbal pode ser uma maneira muito poderosa de dizer ao seu parceiro “o quanto eu gosto de você”. Além disso, é a liberação desse tipo de oxitocina “doce”, que irá contribuir para os sentimentos de intimidade que ambos compartilham.

Beijos:

Alguns bons beijos não apenas aumentam seus níveis de ocitocina, reduz o estresse e também ajuda a manter a boca limpa – pois quando você beija, também está liberando bactérias e mantendo a placa longe dos seus dentes. Então escove os dentes, passe o fio dental, enxágue e beije muito!

Sexo:

As razões relacionadas à saúde para desfrutar de mais sexo são numerosas, o suficiente para que alguns médicos recomendem 200 orgasmos por ano para colher os maiores benefícios. E quais são os benefícios? Essa brincadeira ardente vai queimar muitas calorias, mas também reforçará seu sistema imunológico, tornando-o mais resistente a gripes e resfriados.

E enquanto você está adicionando mais sexo à sua rotina diária em benefício de sua saúde, não se esqueça da dieta e dos exercícios físicos – ou seja, alimentação balanceada e treino diário reforçam e melhoram seu desempenho sexual. Descubra os alimentos que podem aumentar sua libido, bem como busque praticar  movimentos que tonifiquem a região do quadril – que são responsáveis pela maioria dos movimentos nas relações sexuais – seu corpo vai agradecer.

Recomendamos:

Tenha mais prazer complementando suas carícias/preliminares com esses produtos

Excitante Liquido em Gotas

Um excitante super quente que deve ser aplicado sobre o clitóris (apenas duas gotinhas), provoca uma sensação de calor intensa e duradoura, deixando a região hiper sensível ao toque. Clique na imagem e compre direto em nosso site.

Gel Excitante

Gel que intensifica o efeito dos ingredientes ativos, desperta maior percepção sensorial, estimula o desejo e o prazer da mulher e também do homem. Clique na imagem e compre direto em nossa loja.

Preservativo de diferentes texturas

Preservativo com bolinhas que produzem estímulos e prazer. Opaco, texturizado e possui ponta com reservatório. Clique na imagem e compre direto em nosso site.

Quem é mais satisfeito: quanto menos dinheiro mais sexo?

No ano de 2017 a marca de preservativos Jontex realizou uma pesquisa que envolveu mulheres de classe A, B e C e seu comportamento e rotina sexual, além de também envolver questões que contribuem para um sexo mais seguro e satisfatório. O resultado foi que as classes B e C, além de fazerem mais sexo, eram mais satisfeitas sexualmente.

Há várias razões pelas quais isso é verdade; A estabilidade financeira dos mais abastados permite uma maior independência e interesse por assuntos muito mais diversificados na busca por prazeres psicológicos, muito mais do que físicos – como viajens, programas culturais, conhecimento intelectual e etc. Já pessoas com menor poder aquisitivo exploram mais a auto-realização através do sexo, além de tê-lo como uma necessidade física  catalisadora de estresse, há ainda o benefício psicológico.

Coisas que o dinheiro não pode comprar

As linhas divisórias entre os níveis socioeconômicos mostram algo que parece ter sido perdido quando se trata da divisão dinheiro e prazer.Enquanto as mulheres da classe baixa/média desfrutam de uma vida sexual considerada boa/ótima, as mulheres de classe alta (A) estão entre as menos satisfeitas (pouco/não satisfatória).

Dinheiro não é problema

Então, por que tantas mulheres ricas ( alto dado, com 70%) estão tão insatisfeitas sexualmente? Embora não haja respostas concretas que possamos dar, pode ser que o estresse de fazer e manter esse alto padrão de vida atrapalhe a rotina da maioria dos relacionamentos.

No caso dos homens e mulheres solteiros de classe alta, o sucesso profissional acaba colocando todo tipo de relação em segundo plano, abalando inclusive o desempenho sexual.

Comportamento de compra

Não há grande disparidade entre o número de brinquedos sexuais adquiridos por uma mulher de classe média e alta, mas o modo como cada grupo faz a compra deles é revelador de suas respectivas abordagens ao prazer. Enquanto uma mulher na faixa de renda da classe alta tende a comprar uma média de 1,5 cosméticos sensuais/brinquedos sexuais por ano, fazendo apenas uma compra por vez. Já os entrevistados de classe média afirmam comprar uma média de 6 cosméticos sensuais e brinquedos sexuais por ano, levando de quatro ou mais itens de uma vez.

Isso nos leva à conclusão (puramente especulativa) de que os “ricos” são mais contidos ou fechados para pensar no prazer sexual. Claro, você pode ser capaz de comprar todos os brinquedos sexuais do mundo, mas você realmente tem tempo para desfrutar de todos eles? Nós pensamos que não.

Portanto, no que diz respeito aos cosméticos e brinquedos sexuais em relação à satisfação sexual, as classes mais altas não vêm como prioridade, tendo preferência outros prazeres da vida proporcionados pelo dinheiro. Enquanto a classe média/baixa vê o sexo com mais naturalidade e como um benefício para sua saúde – até mesmo no comportamento de consumo.

Recomendamos:

Nem todo produto ou cosmético sensual é caro, aqui estão 3 produtos baratinhos que podem mudar sua rotina sexual.

Seu beijo vai ficar muito mais refrescante com essas pastilhas – e por apenas 2,99. Clique na imagem e compre direto em nosso site
O prazer proporcionado pelo sexo oral pode ser ainda melhor com o Gel hidratante Corporal sabor Tutti-Frutti Jells – apenas 12,90. Clique e compre direto em nosso site.
Brincadeiras sexuais trazem um prazer completamente novo, com este vibrador slim G – Spot a brincadeira está garantida – por apenas 29,90. Clique na imagem e compre direto em nosso site.

TODOS OS FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O TAMANHO DO PÊNIS

Não muito tempo atrás, estudos revelaram que a média do pênis do brasileiro é de 12-14 cm. Enquanto isso foi uma boa notícia para muitos homens que pensam que eles são “muito pequenos”, a “média” pode não ser tão realista quanto parece. Na verdade, é uma espécie de “compilação” de vários estudos de todo o mundo – alguns dos quais parecem ter sido de qualidade inferior à ideal.

No entanto, parece agora que as estatísticas em que esta ‘média’ foi baseada tinham uma falha séria. E tudo por que a média foi “calculada” coletando as medidas que os próprios homens haviam realizado.

Auto-medição deste tipo é notoriamente não confiável. Por quê? Porque muitos homens não sabem de onde medir ou usam réguas imprecisas ou fitas métricas antigas. Além disso, há uma tendência para eles arredondarem suas ‘pontuações’ para cima, em uma tentativa de “soar melhor”. E os resultados tendem a ser distorcidos por pessoas que falsamente afirmam ter de 12 à 14 centímetros de comprimento.

Tamanho então realmente importa? Tamanho tem realmente a ver com prazer? Se você é uma mulher, você provavelmente acha que essa preocupação com frações de centímetros é bastante boba. Mas se você é um homem, você saberá que esse assunto é – um tanto irracionalmente – de considerável importância para muitos homens.

Por que os homens se preocupam com o comprimento?

Mesmo neste século supostamente esclarecido, os homens se preocupam com o tamanho do pênis e especialmente com o comprimento. Embora a grande maioria dos rapazes tenha volume e comprimento mais do que suficientes para ter um bom desempenho como amantes, existe uma obsessão masculina generalizada de que “mais seria melhor”.

Assim, é notável entre nossos amigos mais íntimos ter demasiada preocupação com o fato de serem “pequenos demais” e querem aumentar o pênis. As empresas que anunciam cremes, pílulas e extensores penianos na internet ganham enormes somas de dinheiro explorando essa obsessão.

Mas além da cirurgia, não há nada clinicamente comprovado que aumente o tamanho do pênis. Qualquer mulher lendo este artigo pode achar intrigante o fato de tantos homens estarem preocupados com a extensão do pênis e desejarem ter “apenas alguns centímetros a mais”. Mas é assim que muitos homens são.

Preocupar-se com o tamanho do pênis não se limita aos homens heterossexuais. Muitos homens gays têm os mesmos sentimentos sobre “querer ser maior”. No entanto, muitos caras homossexuais não querem um parceiro com um pênis particularmente grande.

Tamanho importa

Para o homem comum, seja ele hétero ou gay, seu pênis é, consciente ou inconscientemente, uma das coisas mais importantes do mundo.

Todos os homens, à partir da puberdade, começam com uma nota de incerteza persistente em sua mente: “Será que meu pênis é pequeno?” Olham para o pai, olham para o irmão mais velho, olham para os que estão no vestiário dos homens – e se pergunta se o seu pênis é tão grande quanto o deles.E assim, os homens passam a vida inteira, sempre em dúvida quanto ao tamanho de seu órgão, sempre convencido de que seria melhor se fosse só um pouquinho maior.

Não importa quantas vezes esteja escrito que o tamanho do pênis não importa, e que as mulheres não são atraídas por um homem por causa do comprimento de seu órgão, muitos homens continuam a pensar da mesma maneira.

A mulher, por sua vez, não consegue entender essa obsessão com a mensuração do pênis. Então, se você é uma mulher, nunca menospreze o pênis de um homem na cama, mesmo como uma piada, ou diga qualquer coisa para indicar que você acha que é pequeno. O cara pode levá-la a sério, e se ele fizer isso, ele ficará profundamente magoado.

Conhecemos homens que passaram a ter problemas de impotência (disfunção erétil) depois que alguém fez uma observação irrefletida sobre suas “dimensões”. Mas quase todos esses homens tinham um órgão masculino perfeitamente normal. Cada um só pensava que era muito pequeno em comparação com outros caras.

Também vale a pena notar dois pontos sobre as mulheres:

  1. Algumas mulheres realmente não gostam da idéia de um pênis grande e podem se assustar com um pênis que é muito longo.
  2. Algumas mulheres ficam muito mais impressionadas com a espessura de um pênis do que com seu comprimento. Isso ocorre porque algumas mulheres gostam da sensação de se sentir mais “preenchida” – então, se um cara é bastante largo na base do pênis, isso pode parecer muito excitante e satisfatório para essas mulheres.

Uma questão de perspectiva

O problema é que todo homem vê seu próprio pênis em uma visão abreviada. O ângulo em que você olha para baixo inevitavelmente faz seu pênis parecer mais curto do que é.

Mas quando você olha para o órgão de outro homem, não há nenhum efeito de encurtamento, então muitas vezes parece que o outro cara é um pouco melhor dotado. Uma vida inteira de comparação desse tipo (e praticamente todo homem faz uma rápida checagem mental em cada homem nu que ele vê) pode facilmente fazer você se sentir um pouco inadequado. Mas é importante perceber os fatos sobre o comprimento real do pênis.

Comprimento médio do pênis

Medir o pênis quando não está ereto é inútil, uma vez que o comprimento e o volume são afetados por vários fatores temporários, como a temperatura ambiente. Mesmo o maior órgão masculino pode encolher a praticamente nada se o homem for nadar em água fria.

No entanto, em temperaturas normais, um pênis não ereto geralmente mede entre 8,5 cm e 10,5 cm da ponta à base.

É claro, é verdade que alguns homens têm pênis grandes e alguns têm pênis menores, assim como alguns homens têm pés pequenos e outros têm pés grandes, mas a medida não é – repito – um índice de virilidade. A maioria das pessoas pensa que um homem alto geralmente terá um pênis grande, mas isso não é inteiramente verdade. Também vale ressaltar que não há correlação entre o tamanho do pênis e a raça.

Tamanho médio das ereções

Nós falamos sobre o comprimento do pênis em seu estado normal não ereto, mas quanto um pênis mede quando está ereto?

Curiosamente, a maioria dos pênis é do mesmo tamanho quando ereto.

  • O homem cujo pênis não ereto é pequeno geralmente alcançará um aumento de aproximadamente 100% no comprimento durante a excitação sexual.
  • O homem cujo pênis não ereto é do tamanho maior provavelmente conseguirá um aumento de 75%.

Então você pode ver que mesmo que um homem tenha um pênis ‘pequeno’, ele tem um fator de compensação embutido que o levará a aproximadamente o mesmo tamanho que o cara que parece estar ‘melhor equipado’ no chuveiro. .

Como já dissemos, agora se sabe que o pênis médio é sensivelmente mais curto do que se pensava tradicionalmente. A maioria das autoridades agora diz que o comprimento médio do órgão masculino ereto é entre 12 centímetros e 14 centímetros.

Sexo e mulheres

Muitos homens esquecem que para uma mulher, não importa realmente quanto mede ou quão curto o seu pênis é, porque a vagina acomoda-se a praticamente qualquer comprimento.

  • A vagina de uma mulher que não teve um filho tem apenas 7,5 cm de comprimento quando não está sexualmente excitada. Os números para mulheres que tiveram bebês são apenas ligeiramente diferentes.
  • Mesmo quando excitada, a vagina de uma mulher geralmente se estende apenas até um comprimento de cerca de 10 cm.

 

Isso significa que o pênis de qualquer homem preencherá sua vagina completamente, a menos que você seja um daqueles caras raros com um comprimento peniano ereto de menos de 6 cm. Você provavelmente está se perguntando como um pênis maior que a média consegue penetrar uma mulher?

Felizmente, a vagina tem capacidade notável de alongamento – se algo for introduzido gradualmente.

Assim, pênis considerados muito longos (pênis eretos com  20,3 cm de comprimento ou mais), ainda podem fazer amor com qualquer mulher, desde que a excite corretamente e introduza seu órgão muito lentamente. Se ele fizer isso, sua vagina aumentará em 150 ou 200% para acomodá-lo.

Quais tratamentos existem para aumentar o tamanho do pênis?

Muitas empresas afirmam que sabem como aumentar seu pênis – por um preço muito alto.

Há diversas opiniões sobre os vários métodos que são amplamente divulgados ao público podem ser resumidas da seguinte forma.

  • Comprimidos ou adesivos para aumentar o tamanho do pênis;
  • Cirurgia de aumento do pênis;
  • Exercícios para aumento do pênis;
  • Dispositivos de sucção peniana (extensor peniano).

 

Percebeu agora que tamanho não é documento? Comente sua opinião conosco.

Recomendamos para eles:

Bomba Peniana Manual Mega Bomb com Seringa – por 49,90

Recomendamos para elas:Gel Adstringente Super Closed (Sabor Frutas Vermelhas) – 39,90

 

Muito além das bonecas infláveis

Uma empresa californiana começou a trabalhar em um novo robô masculino com um pênis biônico.

Com lançamento ainda não divulgado, mas ainda em 2018, o denominado  “X-rated” será voltado para revolucionar o prazer feminino. Cada robô vem equipado com uma “personalidade” (inteligência artificial) denominada Harmony, que trabalha em conjunto com um aplicativo de telefone e uma cabeça robótica para simular a vida.

O aplicativo permite que os usuários criem conforme seus gostos a personalidade de seu boneco robô, para que cada modelo aja e fale de maneiras diferentes, dependendo do cliente. Este nível de prazer, no entanto, não sai barato. Até o momento, a Realbotix está vendendo apenas versões femininas, com um elevado valor de  US $ 15.000.

Segundo Matt McMullen –  CEO da Realbotix – para o jornal internacional Daily Star, a empresa trabalha na versão masculina da mundialmente conhecida robô Al: “Eventualmente teremos uma plataforma masculina e feminina disponível”. Ele também afirmou que o pênis biônico seria “melhor que um vibrador” e que as usuárias seriam capazes de “encaixar o robô” como melhor quiserem. E, ainda não há tamanho definido para o pênis do robô.

Embora não haja nenhuma data definida de lançamento, a marca acredita que os robôs sexuais masculinos ajudarão a acabar com a ideia de que suas bonecas são feitas apenas para homens que querem objetificar as mulheres.

A Realbotix acredita que é importante oferecer os dois, pois existem muitas pessoas intrigadas e revoltadas com o fato de haver apenas uma robô feminina até agora. Pois assim como aconteciam com as bonecas infláveis, o público feminino ficava esquecido. E a empresa quer não somente se livrar do estigma de objetivar as mulheres, mas sim mostrar que um robô pode ser muito mais que um brinquedo sexual, mas um robô com inteligência artificial que vai interagir com homens e mulheres interessados em obter muito além do prazer sexual.

Será que estamos prontos para essa modernidade sexual?